Consulte o acervo da Revista Pellegrino utilizando a busca.

Dá um Google!

Dá um Google!

07/02/2018

Cerca de 90% das pessoas que acessam a internet usam algum serviço do Google. Aparecer em destaque nas buscas é o objetivo de todas as empresas – e nós mostramos como

 

Por Regina Ramoska

Hoje em dia, um primeiro filtro para obter informações sobre empresas, produtos e serviços é teclar no Google. Se a empresa não aparecer rapidamente na ferramenta de busca, ou se as informações forem muito sumárias, o internauta já parte para outra. Mas como se destacar nesse oceano de informações?


Primeiro, é importante saber como o Google elege as opções mais relevantes em centenas de milhares de páginas. A ferramenta leva em conta o número de vezes em que determinada palavra-chave é citada, se ela aparece no endereço do site, se o site tem conteúdo relevante e de qualidade, quantos links externos (de outras páginas) apontam para ela, e por aí vai –são mais de 200 critérios constantemente atualizados. O posicionamento se dá de forma orgânica, a partir do interesse do público no conteúdo das publicações, ou paga.

Vitrine gratuita
Mylene Souza, da Planejar Brasil, especialista em marketing digital, explica que o conteúdo do site deve ser atualizado, relevante e conter palavras-chave para o negócio se destacar no Google. Mas como fazer isso se a página traz apenas informações institucionais? Criando um blog –existem diversas ferramentas gratuitas e de fácil utilização para isso– e oferecendo conteúdo de qualidade e informativo. “Além de um título atraente, é necessário repetir ao menos três vezes ao longo do texto a palavra que poderá ser utilizada numa busca. Se a empresa oferece serviço de blindagem, deve reforçar o termo no conteúdo.” A padronização da URL (o endereço do site) também é fundamental, por exemplo, www.blindagemgarcia.com.br (esse endereço não existe).


Para sites de e-commerce, a dica é criar descrições ao inserir novos produtos, sempre usando palavras-chave. Lembre-se que os buscadores não “leem” imagens, apenas texto corrido. Os chamados motores de busca também privilegiam sites responsivos, ou seja, que estão adaptados para uso em celulares e tablets.


Como o rankeamento do Google está associado a links externos, vale a pena estar presente em sites de anúncios como o Mercado Livre e em sites locais, como do jornal do bairro e da cidade, para os quais é possível inclusive oferecer conteúdo –que tal dar dicas sobre manutenção preventiva, já que as férias escolares se aproximam? A referência que a mídia fará à sua empresa, divulgando seu site, contribuirá para o melhor posicionamento na busca.

Palavra certa
Outra forma de se destacar no Google é por meio de anúncios pagos. O Google AdWords surgiu para democratizar o marketing, possibilitando que a própria empresa anuncie sem precisar de uma agência de publicidade. O melhor é que não é necessário investir um dinheirão na estratégia –é possível começar uma campanha com R$ 100,00. O ideal é testar poucos produtos inicialmente para identificar quais têm mais procura e melhores resultados e, aos poucos, ir aumentando o investimento. “O Google AdWords funciona como um celular pré-pago: o cliente disponibiliza uma verba, informa o máximo que deseja pagar por um clique no anúncio e, quando isso ocorre, o valor é debitado”, explica Mylene.


O Google AdWords garante um tráfego mais qualificado para o site, desde que a campanha seja bem-feita. Para isso, dê tratos à bola para identificar as melhores palavras-chave –uma dica é pensar como o cliente. Se você usar apenas a palavra “capa”, por exemplo, vai atrair diversos públicos, até quem procura fantasia de Super-Homem. Já “capa para banco de carro” refina a busca e vai atingir quem realmente tem interesse no que você comercializa –melhor ainda se acrescentar a cidade onde está localizada a sua loja, como “capa para banco de carro no Rio de Janeiro”. Além disso, determine o perfil do consumidor e a região. Se a loja é apenas física e está na capital fluminense, não faz sentido aparecer para a população do Tocantins, por exemplo.


Mylene lembra a importância de se criar uma planilha para identificar de onde vêm os interessados nos seus produtos (para isso, pergunte como ele chegou à loja), em que dias da semana há maior procura etc. Esses dados permitem não apenas refinar a campanha, mas aplicar com mais precisão seu precioso dinheiro na ferramenta.


Como chegar?
É bem provável que, em algum momento, você tenha recorrido ao Google Maps para encontrar a melhor rota. O serviço de mapas é bastante popular entre usuários do mundo inteiro e certamente facilitará a vida de um cliente em potencial se a sua empresa estiver cadastrada nele. Além disso, em pesquisas por estabelecimentos comerciais, os resultados do Google Maps sempre aparecem no topo da página, ou seja, a ferramenta contribui para a melhor classificação de seu site no motor de buscas.


Para realizar o cadastro gratuito da sua empresa no Google Maps, siga os passos:
- Acesse o Google (www.google.com) e digite Google Meu Negócio
- Se você já tem uma conta no Gmail, clique em “Acesse sua conta” e digite a senha. Caso contrário, clique em “Começar agora” e crie uma. O ideal é que o e-mail utilizado seja o da empresa, e não pessoal, muito menos de algum funcionário.
- Daí para frente, basta seguir os passos e preencher os campos.

Conteúdo bem alinhado
Mais de 139 milhões de brasileiros têm acesso à internet e cerca de 80% deles estão presentes nas redes sociais, segundo o Ibope. Um dos paradigmas dessa nova comunicação corporativa é a relação das marcas com as redes sociais e a comunicação móvel. Transparência, agilidade, informação em tempo real e criatividade acabam sendo armas poderosas.


Diversos sites divulgam a avaliação do consumidor sobre produtos, entrega, atendimento, e essa interação também é objeto de análise do Google no rankeamento. Quem ganha mais “estrelinhas” tem mais chance de aparecer no topo da lista,
O CEO da agência Cachaça Comunicações, Anderson Hartmann, frisa que a reputação é construída dia a dia, revela a força de uma marca e tem grande relação com a maneira com a qual ela atinge as pessoas. “Em um mundo em que resultados geralmente vêm antes de princípios, a preservação da imagem aliada à construção da reputação é o maior ativo institucional de uma empresa. Melhor estar preparado e pegar carona de forma inovadora nas inúmeras oportunidades que surgem nos meios digitais para se ganhar credibilidade e destaque.”


Lopes, da Loop Eletrônicos e Acessórios Automotivos

100% online


A Loop Eletrônicos e Acessórios Automotivos já nasceu virtual. A opção do proprietário José Carlos Lopes pelo e-commerce se deu após uma profunda pesquisa de mercado e, em princípio, as vendas eram realizadas pelo Mercado Livre e por meio de redes sociais, que deram mais resultado. “O custo de manter uma loja física é alto e há um grande público para as vendas online, já que o cliente não tem gastos com deslocamento, estacionamento e nem de tempo”, pontua o empresário. Para a construção da plataforma de e-commerce, Lopes fez parceria com uma agência, mas se dedicou ao aprendizado dos conceitos essenciais da nova ferramenta, como as palavras-chave que garantem melhor posicionamento no Google e em outros sites de busca.

“Prefiro focar no que eu faço melhor, mas é importante aprender o básico para ter mais autonomia”, finaliza.
 


Ismail, da Auto Elétrica Apodi


Anúncios locais

Falta tempo para Ismail Gilmore Camara e Silva (Guil), proprietário da Auto Elétrica Apodi, em Parnamirim (RN), estar mais presente nas redes sociais, porém muitos de seus clientes chegam à empresa por meio do Google. A fachada, endereço e avalição de clientes têm destaque no Google Maps, mas a saída que o empresário encontrou foi anunciar em publicações locais que, por sua vez, disponibilizam as informações no mundo virtual. “A estratégia vem dando bons resultados”, comemora Guil, que aprendeu com o pai a profissão e se lançou no mercado há nove anos.

Hoje, a Apodi tem oito colaboradores e bastante movimento: a empresa está instalada em local estratégico, na entrada do município.


SAIBA MAIS
MYLENE SOUZA (PLANEJAR BRASIL)
(11) 2261-1809
contato@planejarbrasil.com.br
www.planejarbrasil.com.br
ANDERSON HARTMANN (CACHAÇA COMUNICAÇÕES)
(51) 3516-6053
alambique@cachacabr.com
www.cachacabr.com