Consulte o acervo da Revista Pellegrino utilizando a busca.

ANROI 2018 com expansão da planta e mais automação na fabricação

Could not connect to Mailchimp

ANROI 2018 com expansão da planta e mais automação na fabricação

07/02/2018

De acordo com o diretor André Marques, o objetivo é ampliar o market share, hoje de 23%, para 40% nos próximos cinco anos. Para isso, um trunfo é o rigoroso controle de qualidade

 

Por Paulo Carneiro

REVISTA PELLEGRINO A Anroi chega aos 90 anos reconhecida no mercado pela alta qualidade na fabricação de bombas de óleo, pescadores e componentes do sistema de lubrificação. O que é feito para manter e aperfeiçoar o conceito de excelência?
ANDRÉ MARQUES Somos fiéis aos princípios que vêm norteando nosso caminho até aqui. Fabricamos um produto essencial para o motor e, por essa razão, mantemos a tecnologia e as diretrizes formuladas em seu projeto original. O aperfeiçoamento é consequência da aliança entre a experiência de 90 anos e as novas exigências técnicas de cada produto.

RP O mercado automotivo brasileiro é atualmente formado por ampla variedade de marcas e modelos. Qual é a estratégia para atender às necessidades específicas de cada cliente em meio à diversificação?


ANDRÉ As necessidades variam de acordo com as imensas dimensões geográficas de nosso país, com diferentes culturas e características. Nossa estratégia consiste em ouvir, observar e compreender as particularidades de cada região e, mesmo dentro de uma só região, perceber as suas diferenças. Assim sendo, identificar e antecipar os anseios de nossos clientes são elementos fundamentais que resultam em nossa reconhecida agilidade.

RP Inovação tem sido a palavra-chave nesse mercado altamente competitivo. Qual é o diferencial na busca por novos projetos e matrizes de fundição?


ANDRÉ As inovações ocorrem através das próprias adaptações realizadas pela indústria automobilística. Como já dissemos, não procuramos alterar os fundamentos do projeto original. Preferimos investir mais na otimização do processo produtivo, com profissionais qualificados e equipamentos de ponta para fazer frente à concorrência com os produtos nacionais e, principalmente, importados. Sob este aspecto, a indústria de manufatura nacional faz milagres ao competir com produtos fabricados em outras circunstâncias culturais, trabalhistas e fiscais. Podemos dizer, com certeza, que nós realizamos alguns desses milagres.

RP As bombas de óleo e pescadores são componentes sensíveis e refinados. Como eles são testados antes de chegar ao mercado?


ANDRÉ O controle de qualidade é exatamente o nosso ponto forte, um dos responsáveis por chegarmos até aqui com alto conceito de excelência. A Anroi começou a produzir autopeças na mesma época em que as primeiras montadoras chegavam ao Brasil, por isso conhecemos o setor de longa data. Atualmente, mesmo com a introdução de novos métodos, que visam garantir a qualidade de cada componente, as montadoras são rigorosas ao testar os veículos produzidos, e nós pensamos da mesma forma. Não abrimos mão dos testes finais antes de liberar o produto. Cada bomba de óleo é testada individualmente em um equipamento desenvolvido para simular as condições mais críticas que poderão encontrar em sua vida útil no motor: óleo superaquecido com contrapressão máxima. Estes procedimentos explicam por que o nosso índice de reclamações em campo é tão baixo.

RP A empresa optou por priorizar o segmento de reposição a partir da década de 70. Como se dá a troca de informações com distribuidores, lojistas e aplicadores?


ANDRÉ Na cadeia do aftermarket, cada vez mais, os extremos devem se comunicar. A fábrica precisa estar atenta às circunstâncias dos aplicadores, com respostas rápidas às suas questões como, também, serem informados e instruídos sobre a correta aplicação dos nossos produtos em todos os níveis, sejam eles técnicos ou comerciais. Desta forma, estes profissionais sentem segurança e confiança em nossa marca. Atendemos esta demanda com treinamentos contínuos na forma de palestras por todo o Brasil e também mantemos um canal de comunicação dos aplicadores direto com a fábrica.

RP Como funciona o serviço de assistência ao reparador? Considerando as dimensões do país, os distribuidores também participam do processo nos pontos mais distantes?


ANDRÉ É justamente neste ponto que reside a grande importância que os distribuidores têm no atendimento e comunicação com os reparadores. Sem eles ficaria praticamente impossível atender de forma rápida e eficaz as questões relacionadas à garantia de nossos produtos.
Iniciamos neste ano um programa de treinamento com os responsáveis pela garantia junto aos nossos clientes. Este programa consiste em levar estes profissionais a vivenciar uma experiência em nossa fábrica, com demonstrações de como o produto é fabricado e testado e como funciona o processo de garantia como um todo. Com mais informação, acreditamos que estes profissionais poderão sanar algumas das principais dúvidas já na primeira etapa do atendimento. Como mencionamos anteriormente, a agilidade também é um grande diferencial, pois todos envolvidos na cadeia de atendimento ganham com economia de tempo: fábrica, distribuidor e reparador.


RP O setor de reposição cresceu 6,5% no primeiro semestre do ano em relação ao mesmo período do ano passado, segundo o Sindipeças. Qual é o market share da Anroi?


ANDRÉ Devemos crescer algo em torno de 5,3% neste ano. Considerando a atual conjuntura econômica do país e o número de concorrentes, este percentual nos faz crer que estamos no caminho certo. Nosso market share é de aproximadamente 23% e nosso objetivo para os próximos cinco anos é aumentá-lo para 40%.

RP O que o Sr. espera para 2018? Quais são os planos da empresa para consolidar ainda mais sua posição?


ANDRÉ Os indicadores apontam uma melhora no cenário econômico do país. Acreditamos que o aftermarket deva acompanhar esta melhora como um todo. Sempre somos otimistas e confiantes em nossas ações. O administrador no Brasil tem a grande oportunidade, em comparação a outros países, de demonstrar sua resiliência e capacidade de adaptação às mudanças que aqui ocorrem com frequência. Para 2018, manteremos os planos de expansão de nossa planta, como também aumentaremos a automação em nosso processo de fabricação. Mais importante, continuaremos investindo em nossos funcionários, principais responsáveis por levar a história da Anroi aos clientes. Essa é a nossa vocação. Nascemos assim. É o que sabemos fazer.

RAIO-X ANROI

Fundada em 1927 como ferramentaria especializada na fabricação de equipamentos industriais, em 1940 a Anroi regula o foco para a fabricação de autopeças para as montadoras de veículos que se instalam no Brasil. Já na década de 1970, ela mira a reposição com as linhas de bombas de óleo, bombas de vácuo e tensores de distribuição.

Produtos: bombas de óleo, pescadores
Colaboradores: 120
Operação: planta no bairro do Pari, em São Paulo (SP)
Mais informações:
www.anroi.com.br